SUSTENTABILIDADE: Principais Selos Verdes Utilizados no Brasil

Sustentabilidade é uma palavra que vem sendo muito utilizada atualmente, porém nota-se uma falta de compreensão de seu conceito. Então, o que vem ser SUSTENTABILIDADE?

 

A Organização das Nações Unidas (ONU) define desenvolvimento sustentável como: "desenvolvimento que satisfaz as necessidades presentes, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de suprir suas próprias necessidades".

 

Quando se fala em "capacidade das gerações futuras de suprir suas próprias necessidades", esta capacidade está ligada aos recursos materiais e energéticos que utilizamos para a nossa existência, tais como a água, o ar, os ecossistemas, as vegetações, entre outros.

 

Ao aplicar-se a definição de sustentabilidade à construção civil, pode-se dizer, então:

 

"Um edifício sustentável é aquele que pode ser produzido e continuar a ser operado em longo prazo sem afetar negativamente o ambiente natural necessário para apoiar as atividades humanas no futuro".

 

A partir desses conceitos, alinha-se a construção sustentável a 9 passos, sendo estes:

 

1 - Planejamento Sustentável da Obra

2 - Aproveitamento Passivos dos Recursos Naturais

3 - Eficiência Energética

4 - Gestão e Economia da Água

5 - Gestão dos Resíduos na Construção

6 - Qualidade do Ar e do Ambiente Interior

7 - Conforto Termo-Acústico

8 - Uso Racional de Materiais

9 - Uso de Produtos e Tecnologias Ambientalmente Amigáveis

 

Esses 9 passos são aplicados em diretrizes dos SELOS VERDES. Mas o que são Selos Verdes?

 

Selos Verdes (certificações ambientais) são atestados de cumprimento de pré-requisitos com a finalidade de garantir o menor impacto ambiental e o menor consumo de energia na construção de edifícios.

 

Existem várias certificações ambientais, cada uma com uma metodologia de avaliação diferente, porém todas com o mesmo objetivo final. As mais utilizadas no Brasil são: Green Building - LEED, Processo AQUA, Selo Procel Edificações.

 

1 - Green Building - LEED

 

 

Leadership in Energy and Environmental Design (LEED) é um protocolo de avaliação e certificação de edificações. Avalia e classifica o graus de sustentabilidade do edifício, casa ou comunidade conforme parâmetros que levam em consideração 5 áreas-chave da saúde humana e ambiental: o desenvolvimento local sustentável, economia de água, eficiência energética, seleção de materiais e a qualidade do interior dos ambientes.

 

2 - Processo AQUA

 

 

Processo AQUA é a primeira norma brasileira para certificação de construções sustentáveis. Por ser brasileira,  contém critérios adaptados ao país que exigem resultados de desempenho, não prescrevendo soluções de projeto pré-concebidas. Utilizam-se 14 critérios de análise (da gestão da obra ao seu funcionamento posterior).

 

 

3 - Selo Procel Edificações

 

 

 

 

 

 

 

É um instrumento de adesão voluntária que tem por objetivo identificar as edificações que apresentem as melhores classificações de eficiência energética em uma dada categoria. Para obter o Selo Procel Edificações, recomenda-se que a edificação seja concebida de forma eficiente desde a etapa de projeto. Utilizam-se 2 critérios para concessão do Selo Procel Edificações, sendo estes: níveis de eficiência e a comprovação dos resultados.

 

 

 

 

 

 

 

 

Referências:

 

1. Certificação LEED. Disponível em <<http://http://www.gbcbrasil.org.br>> Acesso em: 16 de Julho de 2015.

 

2. O Processo AQUA. Disponível em <<http://www.vanzolini.org.br>> Acesso em: 16 de Julho de 2015.

 

3. Selo Procel Edificações. Disponível em <<http://www.procelinfo.com.br>> Acesso em: 16 de Julho de 2015.

 

 

 

Please reload

© 2019 Engª. Arqª. Isabelle Lima.

  • Instagram - Cinza Círculo
  • LinkedIn - círculo cinza
  • Facebook - círculo cinza